Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Corsan é destaque no maior encontro de saneamento das Américas

Publicação:

Funcionários da Corsan no estande
Funcionários da Corsan no estande

A Corsan está tendo participação ativa e destacada no maior encontro de saneamento ambiental das Américas. O 29º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental e a 28ª Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan) ocorrem de 2 a 6 de outubro, no espaço São Paulo Expo, na capital paulista.

No Campeonato de Operadores, que aconteceu na terça (3) e quarta-feira (4), a Corsan sagrou-se campeã em duas categorias. Realizada em uma arena na Fenasan, a competição contou com provas técnicas disputadas por trabalhadores de companhias de saneamento de todo o país. O funcionário Dionatan de Oliveira, de Cachoeirinha, venceu a prova de “Montagem de padrão e ramal de ligação de água”. Luís Carlos Martins, de Santa Rosa, superou os concorrentes na categoria “Leitura e entrega de fatura”. Nas provas de “Automação – montagem de malha de controle de pressão” e “Instalação e ajuste de válvula redutora de pressão”, Leonardo Silva de Marins (Guaíba) e Guilherme Ignácio Cabello (Cachoeirinha) conquistaram o 3º e o 4º lugares, respectivamente.

Nesta quarta-feira (4), o presidente da Companhia, Flávio Presser, palestrou no painel “Saneamento público e/ou privado: diferentes situações – diferentes soluções”. Na ocasião o dirigente apresentou o projeto de parceria público-privada (PPP) desenvolvido para universalizar o esgotamento sanitário em nove municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre. Conforme o presidente, ao adotar a PPP como alternativa para alavancar recursos para investimentos, a Corsan optou pela concessão administrativa. Nessa modalidade, o parceiro privado presta serviços para o ente público, que responde diretamente pelo atendimento à população e remunera o privado na forma de contraprestação. “A opção pela PPP baseia-se em quatro razões: o interesse público, a viabilidade econômico-financeira do projeto, a vantajosidade para a Companhia em comparação com outras alternativas e o foco no resultado dos serviços prestados”, ressaltou.

O presidente informou que a PPP deve contribuir para a redução dos custos com saúde – devido à diminuição de doenças de veiculação hídrica –, a valorização dos imóveis e a despoluição dos rios Sinos e Gravataí, entre outros benefícios. “De acordo com estimativas técnicas, o projeto deve promover 32,5 mil empregos e uma geração de renda de R$ 2,9 bilhões, bem como um balanço total de custos e benefícios na ordem de R$ 23,2 bilhões”, frisou. O gestor salientou que, entre outras vantagens esperadas, destacam-se a maior eficiência na gestão operacional e ambiental da Corsan, a inovação no modelo de gestão, a minimização de atrasos e a velocidade nos projetos.

Participação técnica em trabalhos e palestras

O funcionário Neuri Rempel apresentou, nesta quarta-feira (4), práticas de educação ambiental desenvolvidas no Vale do Sinos. O servidor realiza palestras em escolas de Campo Bom e Sapiranga sobre a preservação da água e do meio ambiente. Nessas atividades, de forma pedagógica, Rempel explica o funcionamento de uma estação de tratamento e busca sensibilizar os estudantes sobre o uso responsável da água e a atual situação dos mananciais, especialmente do rio dos Sinos. Por meio de um trabalho técnico, que foi feito em parceria com a Universidade Feevale e selecionado para apresentação oral no congresso, Neuri descreveu a metodologia e os resultados dessas ações, que já beneficiaram cerca de 1.850 alunos de 3 a 16 anos, em escolas públicas e privadas de ambas as cidades.

A Companhia também esteve presente, na quarta-feira (4), nos painéis “A gestão de perdas como fator de sustentabilidade e eficiência operacional” e “A gestão e a medição do desempenho no saneamento – casos práticos”, com a participação dos funcionários Ricardo Röver Machado e Sandro Adriani Camargo, respectivamente. Na Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), Machado coordena a Câmara Temática de Gestão de Perdas e Eficiência Energética, e Camargo, a de Indicadores de Desempenho para o Saneamento Ambiental.

Mais de 80 servidores da Corsan estão participando do congresso, em busca de qualificação e aprimoramento técnico. Para a comitiva da Companhia, o evento representa uma oportunidade de trocar experiências com outros profissionais e atualizar-se com as novidades do setor de saneamento. Além do presidente, o congresso contou com a presença de três diretores da Corsan: Eduardo Carvalho (Operações), Luciano Eli Martin (Comercial) e Jorge Melo (Financeiro e de Relações com Investidores). Promovido pela Abes, o encontro ocorre no espaço São Paulo Expo e tem como tema central “Saneamento ambiental: desenvolvimento e qualidade de vida na retomada do crescimento”.

Diretores da Corsan e funcionários que representaram a Companhia no Campeonato de Operadores e apresentando trabalhos técnicos
Diretores da Corsan e funcionários que representaram a Companhia no Campeonato de Operadores e apresentando trabalhos técnicos
CORSAN